Design de interiores sustentável: o que é? Conheça as vantagens para a sua casa

Design de interiores sustentável

Já pensou em ter um design de interiores sustentável? Esse tipo de design está cada vez mais comum por conta das suas inúmeras vantagens.

Porém, é preciso conhecê-lo bem para garantir resultados corretos e visualmente elegantes em seu lar. Quer saber quais são os principais? Portanto, continue essa leitura e confira!

O que é design de interiores sustentável?

Design de interiores sustentável é um método de projetar espaços interiores que busca reduzir o impacto ambiental do projeto, garantindo a eficiência energética, a segurança, a saúde e o bem-estar dos usuários, além de incorporar princípios de sustentabilidade.

Isso pode ser alcançado através de diversas técnicas, como:

  • Utilização de materiais locais e reciclados.
  • Incorporação de iluminação natural e sistemas de iluminação eficientes.
  • Escolha de mobília e equipamentos de baixo consumo de energia.
  • Utilização de sistemas de ventilação e aquecimento/refrigeração eficientes.
  • Incorporação de plantas e jardins para melhorar a qualidade do ar e aumentar a sensação de bem-estar.

Além disso, saiba que o design de interiores sustentável também pode incluir considerações para acessibilidade e inclusão para garantir que os espaços sejam acessíveis e confortáveis ​​para todos os usuários.

Quais são os principais elementos?

Os principais elementos de um design de interiores sustentável incluem:

Iluminação natural: Incorporar janelas e clarabóias para aproveitar a luz natural e reduzir a necessidade de iluminação artificial.

Eficiência energética: Utilizar equipamentos e sistemas de iluminação, aquecimento, ventilação e ar-condicionado de alta eficiência energética.

Materiais sustentáveis: Utilizar materiais de construção e acabamentos que sejam de baixo impacto ambiental. Sendo assim, opte por itens como madeira certificada, produtos reciclados e orgânicos.

Sistemas de gestão de água: Incorporar medidas para reduzir o consumo de água, como torneiras e vasos sanitários de baixo fluxo, sistemas de reutilização de água e jardins de chuva.

Qualidade do ar: Incorporar medidas para melhorar a qualidade do ar, como plantas, sistemas de ventilação eficientes e materiais de construção sem emissão de gases tóxicos.

Inclusão e acessibilidade: Incorporar medidas para tornar os espaços acessíveis para pessoas com necessidades especiais e garantir que sejam inclusivos para todos.

Design verde: Incorporar áreas verdes, jardins e vegetação para melhorar a qualidade do ar, reduzir o calor urbano e aumentar a sensação de bem-estar.

Contudo, cada projeto é diferente, e os elementos de design sustentáveis ​​a serem incluídos dependerão das necessidades específicas do projeto e da localização.

Gostou? Então, compartilhe com seus amigos e comente. Afinal, a sua opinião é muito importante pra gente! Além disso, acompanhe também todas as nossas dicas sobre como decorar, dicas para o lar e bem-estar. Leia, inspire-se e então decore!

5/5 - (1 vote)